• ACOPAMEC

Caminhada de fé e doação: 42 anos de Ordenação Sacerdotal de Padre Miguel Ramon

Celebrar o aniversário de Ordenação Sacerdotal é celebrar a vida, compreendendo que o sacerdócio é mais que vocação, é ouvir o chamado amoroso de Deus e assim socorrer os que mais necessitam. Assim segue firme e cheio de coragem padre Miguel Ramon que este ano, no dia 27 de agosto, completou 42 anos de sacerdócio. Para render graças a Deus pelos anos de ordenação e dedicação ao seu pastoreio que, foi realizada missa em ação de graças, na Comunidade Cristo Rei, em Mata Escura.


Padre Miguel Ramon celebra com padre Augusto e diácono Gildásio e Itamar
Padre Miguel Ramon celebra com padre Augusto e diácono Gildásio e Itamar

Educador e evangelizador, Miguel Ramon é nascido na Bélgica e chegou ao Brasil há quase quatro décadas (1983). Desde então o missionário trabalha em diversas periferias de Salvador, dedicando-se à evangelização e à formação de lideranças comunitárias. Com olhar atento aos pequeninos, suas obras de misericórdia sempre foram a favor dos pobres, motivo que ao perceber a situação de vulnerabilidade de crianças e adolescentes, estas com poucas oportunidades de educação, saúde e sofrendo violências diversas, fundou em 1991 o Centro João Paulo II - Artesão da Paz, atual sede da Associação das Comunidades Paroquias de Mata Escura e Calabetão - ACOPAMEC. A entidade que funciona em Mata Escura e Calabetão é comprometida com a dimensão social transformadora, desenvolvendo atividades socioeducativas para crianças, adolescentes e jovens, assim como oferecendo formação profissional, visando assegurar a inserção de jovens no mundo do trabalho. Além da ACOPAMEC, o sacerdote é também presidente do Projeto Conexão Vida e do Centro Social Dom Lucas no Alto do Peru.

Para o padre, a alegria nestes 42 anos de sacerdócio foi poder testemunhar o grande amor que Deus tem para com cada pessoa, especialmente para aquelas que mais precisam dele. “ Passar a ser instrumento de uma Boa Nova para as pessoas, não como algo abstrato ou destinado para outro mundo, mas algo que se torna muito concreto na melhoria da vida, na conquista de maior humanidade. É nesta perspectiva que a celebração da Eucaristia é o maior sinal do amor doado até as últimas consequências. É uma grande alegria poder celebrar a partilha do amor e aprender a partilhar melhor com os outros.”, conta.


A noite celebrativa contou ainda com um importante momento. Padre Miguel, por ocasião do seu aniversário sacerdotal, lançou o seu mais novo livro intitulado: "Seguir Jesus, o Messias: Reflexões sobre a identidade cristã".


A transmissão desse agradável momento foi ao vivo através da página do facebook da Paróquia Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.